AnálisesAnimesDestaquePrimeiras impressõesVerão 2019

Kanata no Astra | Primeiras impressões

O ano é 2061, quando as viagens espaciais agora são possíveis e comercialmente viáveis; os estudantes da Caird High School embarcam em seu Planeta Camp.

Mas logo após o Grupo B5 chegar ao acampamento planetário, uma misteriosa e imprevisível esfera de luz sugou os 9 membros para o espaço sideral, deixando-os a 5012 anos-luz de distância de seu planeta natal. 

Com a descoberta de uma antiga nave espacial não tripulada por perto, os estudantes devem permanecer fortes, administrar seus recursos limitados e permanecer unidos na escuridão do espaço, para que todos possam sobreviver à longa e perigosa jornada de volta para casa a bordo do Astra. 

(Fonte: Batoto)

Avaliação geral da equipe:

[yasr_overall_rating]

Impressões da equipe

Gusta

Particularmente, sou muito fã de histórias survivor, onde um grupo de pessoas precisa sobreviver em condições limitadas. Só que pra esse tipo de história funcionar, mais do que grandes perigos é preciso ter um ótimo grupo de personagens, que convença a audiência a torcer por eles, se preocupar com os perigos vividos e se emocionar com os conflitos. Pois bem, Kanata no Astra traz tudo isso!

O primeiro episódio (duplo) apresentou todos os 9 protagonistas de um jeito tão bom, que rapidamente eu já estava torcendo muito por todos. No início, quando ainda não estão interagindo entre si, eles parecem muito genéricos e sem graça, mas quando se juntam formam um grupo completo e muito interessante de se acompanhar. No final, eu queria saber mais sobre o passado de cada um e também sobre os futuros obstáculos que vão surgir, como eles vão superar? Enfim, sensacional.

No entanto, vale ressaltar que animação e a trilha sonora são muito simples. Nem sempre isso é um problema, mas por estarmos numa temática espacial, senti que essa simplicidade quebra um pouco o clima dramático de alguns momentos. 

Cena destaque:

Sempre tem alguém pra pesar o rolê, né?

Caio

O primeiro episódio de Astra Lost in Space é um mix de emoções e situações. Se no começo ele parece bobo com a apresentação de seus personagens, quando a situação fica séria vemos os jovens exploradores deixam suas vaidades de lado em prol do próximo.

Confesso que no começo seu humor não estava me cativando, mas depois de conhecer um pouco de cada personagem, as coisas começaram a se encaixar. A avoada Aries é carismática e Kanata passou por uma situação que o moldou para ser um capitão.

Quanto aos outros sete tripulantes de Astra, eles demonstrarão ser proativos e devemos conhecê-los melhor com o passar do tempo.

Tecnicamente o episódio é foi bom e suas partes 3D não incomodam. Já sua trilha sonora, não se destaca muito.

Astra Lost in Space soube usar a sobrevivência para unir seus protagonistas. Com certeza essa aventura vale ser acompanhada.

Cena destaque:

Se não perguntaram, não tem porque falar rs.

Isabel

Kanata no astra me fez começar a repensar meus gostos em relação ao gênero, antes não muito apreciado por mim, mas que talvez passe a ganhar um lugarzinho no meu coração. Os personagens conseguem te cativar e deixar aquela pulguinha atras da orelha.

Porém, a unica coisa que talvez possa ser um empecilho é a saturação de personagens e talvez a má utilização deles, afinal, não é fácil trabalhar com varios personagens e conseguir desenvolvê-los  igualmente para que não sejam apenas volume na história ou que se tornem cansativos. Por fim, deixo aqui meu voto de confiança.

Cena destaque:

Quando você é maloqueiro, mas os poliça são seus migos
Ver mais

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo
Fechar